As Quatro Rainhas Mortas



  • Descrição
  • Informação adicional
  • Avaliações (0)

Descrição

Na efervescencia de paixoes proibidas, segredos e alguns misterios, o reinado das quatro rainhas de Quadara esta ameacado resta saber como, e por quem.No continente de Quadara, ha seculos quatro rainhas reinam absolutas, cada uma representando o proprio quadrante. Juntas, mas separadas. A decidida Iris fala por Archia, a ilha de terras ferteis; a estoica Corra representa a tecnologica Eonia; Marguerite, a mais velha das rainhas, e a soberana de Toria e de seus curiosos habitantes; e Stessa, a mais jovem, e o rosto de Ludia, o quadrante da diversao e da arte. As quatro mulheres dividem o poder, sempre respeitando as Leis das Rainhas, sempre pensando no povo e no melhor para a nacao. Mas elas tem segredos, e estes podem ser letais. Tao letais quanto Kelarie Corrington. Aos 17 anos, a toriana e a mais habil larapia e a melhor mentirosa de Jetee. um distrito de excessos, contrabando e charlatoes. O ultimo lugar que Varin, um mensageiro eonista, deveria visitar. Mas ele foi roubado… por Keralie, e a jovem e a unica esperanca de reaver a mercadoria e manter seu emprego. Um mensageiro nunca pode perder sua encomenda. Para piorar, ha coisas muito mais sinistras nos chips de comunicacao afanados por Keralie. Algo que pode enredar a larapia e o mensageiro em uma conspiracao para assassinar as quatro rainhas de Quadara. Sem opcao, os dois resolvem se unir para descobrir o assassino e salvar a propria vida no processo. Quando sua relutante parceria comeca a se transformar em algo mais, os dois precisam aprender a confiar um no outro e a superar as diferencas entre quadrantes para viver esse amor. Mas sera que uma curiosa toriana e um insensivel eonista tem alguma chance?

Informação adicional

Peso 0.51 kg
Medidas 2.30 x 16 x 23 cm
Editora

,

Nº de Páginas

392

I.S.B.N

9788501118271

Número da Edição

01ED/19

Acabamento

Brochura

Autor(es)

Avaliações

Não há avaliações ainda.


Seja o primeiro a avaliar “As Quatro Rainhas Mortas”