Budapeste



  • Descrição
  • Informação adicional

Descrição

Ao concluir a autobiografia romanceada “O ginógrafo”, a pedido de um bizarro executivo alemão que fez carreira no Rio de Janeiro, José Costa, um ghost-writer de talento fora do comum, se vê diante de um impasse criativo e existencial. Escriba exímio, “gênio”, nas palavras do sócio, que o explora na “agência cultural” que dividem em Copacabana, Costa, meio sem querer, de mera escrita sob encomenda passa a praticar “alta literatura”. Também meio sem querer, vai parar em Budapeste, onde buscará a redenção no idioma húngaro, “segundo as más línguas, a única língua que o diabo respeita”.

Informação adicional

Peso 0.31 kg
Medidas 1.11 × 16 × 23 cm
Editora

Nº de Páginas

176

I.S.B.N

9788535904178

Número da Edição

01ED/2003

Acabamento

brochura

Lançamento

30/12/1899

Autor(es)