a Erótica do Sono



  • Descrição
  • Informação adicional

Descrição

Mario Eduardo Costa Pereira escreve sobre o sono, o dormir e o sonhar a partir de uma perspectiva que vai muito além da função biológica associada ao repouso físico. Enquanto psiquiatra e psicanalista, escuta em sua prática clínica diversas queixas sobre as dificuldades para dormir, com o consequente alto consumo de fármacos para tratá-las. Amparado na tradição psicanalítica, Costa Pereira desenvolve a tese de que o sono é uma experiência erótica na qual o abandonar-se ao desconhecido está em jogo. Dormir é despojar-se das vestes diárias, das amarras do dia a dia, abandonar a necessidade de controle e confiar em que as possibilidades do desconhecido não são ameaçadoras. Além disso, com base em três peças de Shakespeare – Macbeth, Hamlet e Henrique V -, o autor aponta que o dilema do sujeito sobre a noite e o dormir não é privilégio do homem contemporâneo, já aparecendo em obras fundadoras da cultura moderna. Mas como diminuir o peso de tal dilema e transformar o sono em experiência erótica? Para responder a essa pergunta, Mario Eduardo eleva práticas da tradição brasileira, como o cafuné e as canções de acalanto, à dignidade de uma ferramenta que faz com que a passagem da vigília ao sono seja uma experiência carregada de prazer. Assim, a continuidade entre o acolhimento presente nessas duas práticas e o adormecer pode fazer com que o abandono de si mesmo aos braços de Morfeu seja menos terrorífico para o sujeito contemporâneo.

Informação adicional

Peso 0.27 kg
Medidas 1.50 × 14 × 21 cm
Editora

Nº de Páginas

208

I.S.B.N

9786587399188

Número da Edição

01ED/21

Acabamento

Brochura

Autor(es)